arte · lista · Uncategorized

Os Melhores das Dicas Musicais de 2015

SSSSSIIIIIMMMMMMMM!!!! Chegou aquele ótimo momento do ano em que eu revisito todos os posts musicas que fiz ao longo do ano e monto uma listinha, sem ordem (até por que tá difícil escolher um entre os 3 melhores desse ano) e monto um post com tudo que você deveria ter ouvido esse ano e se não ouvi corre logo para ouvir.

Mas antes da lista em si, vamos às menções honrosas, que são aqueles álbuns que todo mundo gostou de ouvir, mas que seria covardia inseri-los entre os outros, ou por que seus artistas são muito bons ou por que não conta como um álbum de verdade.

RUMTUM – “Jiberish Beat Tape”

artworks-000129693684-qn4n0f-t500x500

Esse é um projeto genial do RUMTUM, lançado como se fosse uma dessas fitas k-7, onde o dono corta músicas que corta, insere suas próprias músicas e aí dá para algum amigo ou coloca pra tocar em alguma festa. São mais de 40 minutos que valem muito a pena serem conferidos. Não tem um segundo sequer que não valha a pena de “Jiberish Beat Tape”.

Melt-Banana – “Return of 13 hedgehogs (MxBx singles 2000-20009)

6550352010230_main

Este não é um álbum de inéditas, portanto não poderia estar na lista propriamente dita, mas é muito bom e merece ser ouvido e re-ouvido várias e várias vezes.

Cage The Elephant – “Tell Me I’m Pretty”

FINALL-TELL-ME-IM-PRETTY-CTE_TMIPretty_CVR_F2.jpg

Simplesmente esse álbum não funciona como álbum, mas funcionaria como um EP. Pela primeira metade do CD, “Tell Me I’m Pretty” merece ser destacado como uma das melhores coisas a acontecer no mundo da música esse ano.

Koji – “Fury”

552c43182c57b

É um EP então não tem espaço com os outros álbuns, mas é muito bom, sim.

The Caulfield Cult – “Half Empty”

a1603333118_16

Este ano a banda de rock de Singapura mostrou que merece estar entre os grandes nomes da música com este excelente EP.

E agora, vamos aos álbuns:

Citizen – Everybody is going to Heaven”

a0974859411_16

Ótimo álbum que não se enquadra em nenhum gênero conhecido, mas é uma excelente mistura de ambient com noise, com garage rock, com mais um monte de outros gênero maneiros.

Albert Hammond Jr. – “Momentary Masters”

albert

Provando que Julian Casablancas estava errado, Albert Hammond Jr. lançou esse incrível álbum que pode ser encarado como o The Strokes que todos queremos ouvir.

Archy Marshall – “A new place 2 drown”

archymarshallart

O novo trabalho do ruivo impressiona pela diversidade, a qualidade e a ambição apresentados em apenas 10 músicas.

SUNN O))) – “Kannon”

a3694985589_16

Um álbum completamente audível de uma banda excelente, muito centrada e fiel ao seu trabalho, além de ser muito ambicioso.

Natalie Prass – “Natalie Prass”

Natalie-Prass-SB006-Cover-Art-Lo-Res-560x560

Logo no começo do ano eu já sabia que esse álbum figuraria entre os melhores de 2015. É um álbum pop que junto com Tobias Jesso Jr. mostra que esse gênero tem futuro e finalmente eu estou disposto a escutá-lo.

Boogarins – “Manual”

1500x1500sr

Tô cansado demais pra escrever o título completo do álbum, mas tá aí, se você ainda não escutou, escute!

Toro y Moi – “What for?”

adventureWeird_LP_11183_new

Excelente álbum de Toro y Moi, muito mais rock que os seus últimos, situando-se no melhor momento de sua carreira.

Troco em Bala – “Agreste”

troco-em-bala-agreste-55b02f6ba6c7c_280x280

O rock nacional tem futuro, minha gente.

Vivendo do Ócio – “Selva Mundo”

Capa - Selva Mundo 1000x

O que esperar do Vivendo do Ócio? Nada menos que excelência, claro!

Monster Rally & Jay Stone – “Foreign Pedestrians”

foreign pedestrians

Um dos meus álbuns mais aguardados do ano e junto com “B4da$$”, o único que não me decepcionou.

Kamasi Washington – “The Epic”

BFDNL050_The_Epic_HIGHRES

Sua presença aqui era óbvia, claro.

Title Fight – “Hyperview”

cover

O melhor álbum deles até agora.

Tobias Jesso Jr. – “Goon”

packshot2

O artista responsável por me fazer voltar os meus olhos para a música pop e, quem sabe, o futuro do gênero?

Fábio de Carvalho – “Tudo em vão”

a1603706923_16

Eu não esperava que esse álbum ficasse preso na minha mente por tanto tempo. É simplesmente bom demais!

Mugen Hoso – “North Carolina Shepherd Dog”

north

Esse é muito bom. Você tem que escutá-lo. Esses caras merecem demais a atenção de seus ouvidos.

Joey Badass – “B4da$$”

Joey-Badass-Bada-B4.DA_..-album-cover

Minhas expectativas estavam altas para esse álbum e não é que foram supridas?

The Early November – “Imbue”

gallery_7_2_45704

A qualidade que o The Early November alcançou com “Imbue” é inigualável e só não fica mais alto nessa lista, por que esta não é uma banda que focaliza a sua atenção em narrativas através de suas letras, o que o colocaria, com certeza, em primeiro lugar.

Defeater – “Abandoned”

gallery_11320_2_136399

Com este álbum, um ciclo se fechou na história que Defeater conta desde sua fundação e, apesar de suas limitações musicais, é um álbum que merece ser revisitado pela sua qualidade lírica.

Kendrick Lamar – “To Pimp a Butterfly”

homepage_large.d47a5880

Ele tem o ritmo, ele tem a qualidade sonora, ele tem a musicalidade, ele tem a ambição, ele tem as letras e ele tem a narrativa; se há algo que se aproxima de um álbum perfeito é “To Pimp a Butterfly”.

Enfim, essa é a lista do ano, definitiva, qualquer outra, não é válida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s