arte · dica · mangá

Dica literária: “Planetes” de Makoto Yukimura

planetes-946616Mostrando que o mercado de mangás brasileiro está abrindo seus horizontes, a Panini/Planet Mangá lançou este ano o primeiro volume de Planetes, numa edição impecável e que, eu espero, não demore a ser lançada por completo aqui.

No ano de 2071, a humanidade já se instalou na lua e viagens são feitas de aviões supersônicos acima da atmosfera terrestre. Apesar de representarem avanços inimagináveis para a civilização, tudo isso gera muito lixo espacial. Para resolver esse problema, existem os “lixeiros espaciais”, pessoas que acabam com os destroços espaciais, recolhendo-os ou eliminando-os jogando eles contra a atmosfera, queimando-os. O mangá acompanha o dia a dia de uma dessas equipes, à bordo da espaçonave “Toybox”, trabalhando para a Technora Corporation, com suas ambições, sonhos e desafios, naturais de todo ser humano e que não mudam, nem com o passar de quase um século, nem há milhares de quilômetros acima da Terra.

Trata-se então de um “slice of life” (mangás que acompanham a rotina de seus personagens, de uma forma mais realista), só que com elementos de ficção científica, uma mistura que cai muito bem e coincide com os primórdios do gênero (ficção científica), em que os personagens e suas reações aos diversos desafios do espaço, em um nível pessoal, eram o ponto principal das tramas.

O desenho é muito bem feito, cheio de detalhes e se destaque no meio do amontoado simplista e infantil dos traços de mangás publicados atualmente. Sem contar que o autor sabe criar uma narrativa gráfica como poucos, explicando muito em poucos quadros, sem a necessidade de apresentar balões de falas.

Além disso, o mangá se destaca pela sua qualidade gráfica. Ele joga no chinelo e cospe em cima dos outros mangás que eu tenho aqui em casa, da qualidade do papel até a capa, tudo é exageradamente superior ao que tem sido feito no Brasil. Uma verdadeira honra aos quadrinhos orientais.

Enfim, “Planetes” apresenta uma ótima história e merece ser comprado (pode até não ser a sua praia, mas eu tenho certeza que vai dar gosto vê-lo na sua coleção, ainda mais sabendo que trata-se de uma edição brasileira), mais que recomendado.

4 pontos e meio

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s