arte · dica · mangá

Dica literária: “Domu: A child’s dream”

Domu

“Domu: A child’s dream” é um mangá de Katsuhiro Otomo, mesmo criador de Akira, publicado antes de sua obra mais conhecida, sendo um mangá one-shot do gênero horror e suspense.

O mangá começa com um grupo de policiais e detetives investigando o suicídio de um homem em um complexo habitacional, que havia pulado de um lugar ao qual ele não poderia ter acesso. Logo o detetive responsável pelas investigações descobre que o responsável por essa e outras mortes misteriosas é um velho chamado “Old Cho”, um idoso senil, cuja maior diversão parece ser passar os dias sentado em um banco do complexo habitacional vendo as crianças brincarem, porém, a noite, o velho usa seus poderes extra sensoriais para assassinar pessoas e ficar com seus “tesouros” pessoais, objetos que ele usa à sua volta e acaba matando o investigador de polícia. Ao mesmo tempo que o investigar chefe muda, uma garota com poderes extra sensoriais se muda para o prédio e descobre o que “Old Cho” estava fazendo, exigindo, ao seu jeito, que o velho pare com o que está fazendo, pois ela sabe o que é certo e errado.

O mangá é muito bom, com uma estrutura narrativa incrível, fazendo o leitor acompanhar os quadros e a história contada como se fosse um filme, tamanho o realismo e a maestria com a qual a história é guiada por Katsuhiro Otomo. Existem muitos personagens ao longo de toda a história, cada um com seus momentos, suas falas próprias, levando a conclusão de que o próprio complexo é um personagem na história, um objeto sem vida, porém que abriga diversos outros seres pensantes, criando o seu próprio micro-cosmo. As cenas de batalha são incríveis, surpreendendo quem lê. Impossível não vê-las e imaginar um filme rolando na frente dos seus olhos.

O tema dessa história é mais focado no horror mesmo, tendo algumas cenas gore ao longo de toda a narrativa, no entanto, é uma ótima leitura, com muito suspense e ação acontecendo, fazendo o tempo passar rapidamente e quando você se dá por si, pronto a história já acabou, apesar de conter mais de 200 páginas.

Infelizmente nenhuma editora brasileira trouxe “Domu” para cá e as edições estrangeiras já estão esgotadas (talvez algumas ainda sejam publicadas como a japonesa), sendo considerado um item de colecionador e se você o achar algum dia em alguma de suas viagens pelo mundo, por favor,compre uma edição para mim,por que esse já é um dos meus mangás favoritos.

5 pontos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s