arte · dica · filme

Dica cinematográfica: “Uma noite de crime: Anarquia” (2014)

160861

Já falei do primeiro filme nesse post, filme que acabei gostando no final das contas, mas nunca mais o assisti depois.

Enfim, decidi assistir o segundo, já sem muitas expectativas e o filme não surpreende, sendo apenas um bom filme de suspense/terror, bom para passar o tempo, apesar de ser superior ao primeiro.

Nessa sequência, somos apresentados ao dia da purificação de 2023, um ano depois dos acontecimentos do primeiro filme, acompanhando 3 histórias paralelas e que se unem logo no meio do filme; sendo elas: Um casal se torna alvo de um grupo de delinquentes mascarados horas antes do início da purificação, ficando perdidos no centro da cidade, o ponto mais perigoso nas 12 horas de crime que se seguem. Uma família formada por um idoso, sua filha e sua neta passam por dificuldades econômicas e o velho decide vender-se para uma família rica, enquanto sua filha e sua neta se vêem presa em casa com um maluco psicopata e um grupo de assassinos supostamente contratados pelo governo para diminuir o número de pessoas pobres na cidade. E pro fim, um homem que teve seu filho assassinado, corre atrás do responsável pelo crime.

O filme é superior ao primeiro em vários aspectos. Primeiro pela narrativa, que é guiada de forma diferente ao primeiro, apresentando 3 histórias sem ligação e ligando-as logo no meio do filme, fazendo os personagens passarem por várias situações diferentes e até frustantes, obrigando-os a unirem suas forças para poder sobreviver. Também temos um pano de fundo mais interessante, ou melhor, mais explorado tornando-se mais interessante; no primeiro filme somos apresentados à uma família rica e umas críticas mais “suaves” em relação á discriminação e à políticas absurdas. Neste, as críticas são jogadas logo no começo, sendo incluído até um líder rebelde que lidera uma espécie de frente de batalha contra a purificação, que supostamente só serve à elite do país, algo que fica muito claro do meio pro final do filme.

No entanto, se o roteiro até que impressiona pela qualidade, a parte técnica deixa a desejar um pouco. Pelo fato do filme se passar mais nas ruas, provavelmente, o filme é mais escuro, tendo uma fotografia diferente, com muitas luzes de várias cores, além de um enquadramento menos perfeccionista, mas as tomadas continuam focando nas partes mais interessantes da ação.

E por falar em ação, se o primeiro filme continua dar alguns sustos e se passar por filme de terror, mesmo que de forma leve, este se entrega totalmente à ação e ao suspense, não sendo capaz de dar um susto sequer ao longo de seus 103 minutos, mas até que consegue criar uma atmosfera de tensão e suspense bem legal.

Enfim, somos apresentados aos reais motivos do dia da purificação neste filme e eu fiquei mais animado agora para ver como irão concluir essa trilogia, apesar do filme ser bem mediano, de uma forma geral.

2 pontos e meio

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s