anime · arte · dica · televisão

Dica televisiva: “Usagi Drop” (2011)

usagi_drop_logo

Usagi Drop é um anime inspirado em mangá homônimo, exibido em 2011 e que conta uma história bem legal.

O avô de Daikichi morreu e ele vai até a sua casa, onde estão reunidos todos os familiares para o enterro e tal… Tudo parecia normal, mas logo ele recebe a notícia de que seu avô tinha uma filha bastarda de apenas 6(?) anos, chamada Rin,  fruto de seu relacionamento de uma noite com uma mulher desconhecida, motivado pela “pílula azul” (daí o nome da série). Ninguém aceita cuidar da menina, então Daikichi se vê forçado a levá-la para casa e começa a cuidar dele, como se fosse um pai solteiro.

A série parte de uma premissa muito interessante e que já foi usada muitas vezes em filmes dramáticos, não só a relação pai-filha, mas também como é a vida de pais solteiros, apresentando ainda os dois lados da moeda, quando Daikichi conhece a mãe de um colega de classe de Rin, que também cuida do filho sozinha, pois seu marido (ou amante, não fica muito claro a relação que os dois tinham) a abandonou. Enfim, a história dos dois personagens rende reflexões sobre diversos temas além da relação de pais solteiros e suas vidas cotidianas, mas também os sacrifícios que eles têm que fazer em uma sociedade que não se preocupa com o que acontece em casa, mas como os indivíduos se comportam fora dela, em seus ambientes de trabalho, restaurantes, locais públicos em geral, além do tema de laços sanguíneos. Rin não sabe quem é sua mãe, apenas conheceu seu pai, além de ser filha bastarda, por isso sofre um certo preconceito da família, mas família é necessariamente um conjunto de pessoas unidas por laços de sangue ou seriam um conjunto de pessoas unidas por laços de afetividade.

É possível que a própria autora tenha uma ideia meio conservadora ou talvez infantil sobre o tema, mas o modo como todas essas questões são abordadas ao longo de todo o anime provocam a reflexão em quem assiste, afinal tudo é muito sútil e leve nesse anime, nada é imposto a força ou explicado demais, as coisas simplesmente acontecem, às vezes sem terem uma resolução, mas é desse jeito que a vida é… Deveria ser diferente, mas não é…

Enfim, Usagi Drop é um ótimo anime, estou ciente que o mangá é horrível, com a imposição de algumas ideias ridículas, incluídas apenas para criar uma certa polêmica e chocar os leitores, mas ele é dividido em 2 fases: A primeira, com a Rin criança e a segunda com a Rin já adolescente. O anime adapta a primeira parte do mangá, que é muito boa e provavelmente essa série é um raros exemplos de que o anime supera em todos os quesitos o mangá, seja pela falta de maturidade da autora ou pela sagacidade dos criados do anime.

4 pontos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s