5 estrelas · arte · dica · game

Dica gamística: The Legend of Zelda: A link between worlds

The-Legend-of-Zelda-A-Link-Between-Worlds-Logo-With-Master-Sword

 

Nunca havia jogado um jogo de Zelda antes… Talvez feito uma partida ou outra com uns amigos no GameCube ou no Nintendo 64, enfim… Nunca tinha jogado decentemente “The Legend of Zelda”.

Agora com um 3DS em mãos e com um todo mundo falando bem do jogo, decidi comprá-lo, depois de muita hesitação e digo que superou minhas expectativas.

O jogo é a continuação direta de “A link to the past” e dessa vez Link deve viajar entre o mundo de Hyrule e Lorule, afim de derrotar o vilão Yuga, que transformou todos os 7 sábios em pintura, além da princesa Zelda.

Como todo jogo da Nintendo, o enredo é bem simples, mas o jogo surpreende muito! Primeiro pela jogabilidade. O jogo têm pontos específicos para salvar a trajetória, o que significa que se morrer dentro de uma dungeon após uns 30 minutos, você vai ter que refazer todos os 30 minutos, além de perder seu equipamento. Mas isso não é desesperador. Ao contrário de outros jogos, esse Zelda usa de um sistema (?) que faz com que o jogador aprenda ao longo da aventura. Então se você morre com 30 minutos de jogo em uma dungeon, irá demorar só 20 para chegar ao ponto onde morreu. Na verdade menos, o jogo não é tão difícil.

E isso também me surpreendeu, o jogo não é complicado ou difícil como eu esperava que fosse. Tinha medo que o jogo fosse complicado e me deixasse com raiva o tempo todo, mas não é assim. A maior parte do jogo você passa batendo em vilões e caras mal encarados pelos 2 mundos e os poucos quebra-cabeças espalhados pelos cenários são fáceis de resolver ou, no máximo, te farão pensar por um bom tempo, mas não é nada impossível de ser resolvido sem um detonado ou algo assim.

A dinâmica do jogo também surpreende. “A link between worlds” é cheio de ação,  com vários itens e armas que ajudam em todos os momentos da jogatina.

Outra coisa que surpreende é a parte gráfica. “A link between worlds” é um jogo lindo de se ver, algumas cenas, cenários e personagens são tão bem feitos que dá vontade de ficar olhando para eles o tempo todo, sem derrotá-los ou prosseguir com a história.

O desfecho do jogo também é belíssimo, afinal é quando a parte gráfica alcança seu auge e a história termina de forma singela, digna de um jogo de primeira.

Enfim, nota máxima pra esse jogo brilhante.

5 pontos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s