arte · coisas · crítica · desenho · dica · Felipe Lisbôa · filme · hqs · indicação · opinião

Top 5 Anime/Manga

Olá, se você não sabe, eu sou um grande fã de animes e cultura pop japonesa em geral e assisto o vídeo daquele gordo, rolha de poço urso e daquele boiola escândaloso, fresco Kitsune, o Video Quest. Essa semana eles postaram um vídeo em comemoração aos 50 vídeos do canal e eu decidi fazer um post-reposta não um vídeo, por que sou feio demais para qualquer câmera me filmar com a minha lista dos 5 melhor animes/mangás de todos os tempos.
5º Lugar: Death Note

Tudo bem, tem que ser muito idiota e sem noção para não gostar desse anime, mas é perdoável ele não estar em uma lista dos cinco melhores, afinal, é um anime longo e cansativo. Não pelo número de episódios, mas sim pela forma como ele é narrado. Você tem que prestar atenção em tudo que acontece na história, ficar ligado nos mínimos detalhes e ter paciência e calma, pois ele te dá muita raiva em alguns momentos, principalmente depois da morte de um dos melhores protagonistas de todos os tempos. No entanto, já é um clássico. Um dos melhores animes e mangás da história universal. Isso ninguém pode negar.
4º Lugar: Ben-To

Tudo bem, beleza… Agora alguns otakus, ou melhor, muitos otakus irão me xingar e os que não me xingarem vão sair procurando que anime é esse. Pois bem, Ben-To é um anime “indie” lançado em 2011 de comédia e ação, mais comédia que ação. É muito engraçado e é inspirado em uma light-novel de mesmo nome. Conta a história de um garoto colegial, que passa a viver sozinho com uma mesada pequena e tem que comer comida barata. Mas em Tóquio, você tem que lutar, literalmente, para conseguir comida barata e esse menino descobre todo um submundo de lutas violentas em supermercados e lojas de conveniência para conseguir comida barata. É um anime muito divertido, ao menos na minha opinião e por essa lista ser pessoal, mas com valores universais, ele fica em quarto lugar, na frente até de Death Note.
3º Lugar: Tengen Toppa Gurren Lagann

Exagero. Se há uma palavra que defina esse anime é essa: Exagero! Por que o anime é muito exagerado e muitas vezes acaba se tornando sem noção. Isso poderia ser chato se ele apelasse para o humor pastelão tão característico dos japoneses, mas ele não apela para a comédia. Pelo contrário, se mantém focado na ação e os exageros te fazem gritar de emoção. O fim é bem triste, mas é lindo e, com certeza, tirou lágrimas das meninas que assistiram ele. E dos meninos também.
2º Lugar: Durarara!!

Só pela arte Durarara!! já merecia estar em qualquer lista dos melhores animes da história, no entanto, ele não se trata de apenas um anime comum com uma bela arte ou melhor, uma arte do caralho Durarara!! é genial no quesito narrativa. Eu, como escritor, fico observando o modo como uma história é contada, mas esse não é um fator que me faça gostar ou não de um filme, anime, mangá, HQ, série ou livro. Eu só observo o modo como é contada a história e se for algo além do normal (Além do modo linear) uma espécie de “lâmpada” ilumina a minha mente e me faz pensar “Foda o cara que escreveu isso!”. Como a narrativa do anime é bem interessante, decidi ler a light novel. Não tem no Brasil, nem nos EUA e eu tive que recorrer a fansubers e fóruns de fãs para ler o primeiro volume e achei demais. O escritor fragmenta toda a história em pedacinhos e vai avançando os capítulos, cada um na visão de um personagem. É até melhor que o anime, mas eu acho que se o anime fosse mostrar cada episódio na visão de um único personagem ia ser algo muito maçante e cansativo de assistir, por isso eu acho que o modo como a história foi adaptada é digna de estar em todas as listas de melhores animes desde a sua estréia, em 2009, eu acho.
1º Lugar: Dragon Ball Z

Sem surpresa nenhuma, Dragon Ball Z está em primeiro lugar. Esse é, sem dúvida alguma, o melhor anime de todos os tempos e mangá também. Apesar de ser muito comprido, ele não é chato, nem maçante e o Akira Toriyama é um gênio. O cara criou um universo tão único, característico e pirado que já podemos chamar o universo de DBZ como parte da mitologia de Akira Toriyama. Criar um novo universo digno de ser chamado de mitologia é algo para poucos. Poucos gênios da humanidade conseguiram fazer isso, Tolkien é um deles e Akira Toriyama é outro. Enfim, se esse anime não figura em pelo menos um dos primeiros lugares da sua lista de animes/mangás favoritos, você tem que se internar em um hospital psiquiátrico, meu amigo.
Menção Honrosa: Cowboy Bebop

E aí você chega no fim da lista e se pergunta: “Mas Felipe, e aquele seu anime favorito, aquele anime muito foda, o Cowboy Bebop?”; e eu te respondo: “Ele está bem aqui, na menção honrosa!”.
Cowboy Bebop não pode ficar na lista dos 5 melhores animes, nem dos 10 melhores, nem dos 100 melhores, nem dos 1000 melhores, por que seria concorrência desleal.
Cowboy Bebop é o melhor anime de todos.
Nunca na face da Terra irá existir um anime melhor do que esse. Todo o gênero de animes de ação começou com ele. Hoje em dia é até comum comprarmos quadrinhos violentos e assistirmos a desenhos violentos voltados para o público adulto, cheios de sangues, tiros, filosofias, etc… Mas como será que isso tudo começou. Será que foi com a era de ouro dos quadrinhos estadunidenses? Será que foi com o boom dos quadrinhos europeus na década de 80? Será que foi com Akira, no Japão? Bem… Sinto lhe dizer, mas nem os melhores quadrinhos, mangás ou animes dessas épocas ousaram tanto quando Cowboy Bebop. Cowboy Bebop é cheio de lutas, ele inovou no modo como foi feita toda a animação e a trilha sonora é impecável. Alguns momentos do anime são tão ricos de detalhes e tão belos que faz até a arte de Durarara!! sentir vergonha. Isso sem contar na história, cheia de mistério, um clima noir que perdura em todos os animes e se você acha que isso é coisa de otaku fresco, indie cult que assiste filmes de baixo orçamento com a namorada, então você precisa assistir logo de cara o episódio em que o Spike Spiegel enfrenta o Pierrot, o Louco. Provavelmente Christian Bale assistiu aquele episódio para poder criar o Coringa, do Batman, o cavaleiro das trevas.
Isso sem contar que as personagens são super carismáticas e caracetrísticas sem serem clichês. Aliás, clichê é algo que não existe em Cowboy Bebop. Ou melhor, até que existe, no passado oculto de um dos personagens principais, mas é um clichê que te surpreende, por que você não espera que aquele personagem tenha um passado assim.
Cowboy Bebop é tão bom que virou cult, sim. Praticamente todas as grandes revistas e sites especializados em animes inserem Cowboy Bebop entre os melhores animes de todos os tempos. Merecidamente, afinal é um clássico, que merece ser visto, revisto, revisto de novo e que você deve mostrar aos seus filhos e eles aos seus netos e assim sucessivamente até o fim dos tempos.
Cowboy Bebop não é um anime, mas sim o anime.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s