arte · coisas · crítica · curiosidades · indicação · música · opinião

Dica musical: The Glammers

Essa semana algo nem tão novo irá estreiar no mundo da música: É uma banda digital/animada chamada The Glammers.
Bem no estilo Gorillaz, eles já tem umas quatro músicas no YouTube para ouvir e todas são bem legais, o que faz deles um bom grupo musical animado.
A única coisa ruim foi ver em uma entrevista (sim eles gravam entrevista, como o Gorillaz fazia) que eles não acham que podem ser comparados ao Gorillaz.
Musicalmente falando eles tem razão, mas basicamente a ideia é a mesma que Damon Albarn e Jamie Hewlett exploraram no passado.
Afinal, não como não comparar esse tipo de coisa (musicos animados) com Gorillaz, por que foram eles que começaram com tudo isso. Tá certo que antes deles existiram o Alvin e os esquilos, que eram desenhos animados que cantavam musiquinhas engraçadinhas em fitas de VHS, mas foram eles que começaram a usar animações 3D em palcos, muito antes dos Vocaloids até.
Gorillaz foi início de tudo isso e eu espero que não seja o fim, por que eu me lembro que comecei a gostar de música com Gorillaz, quando eu tinha uns sete anos e aí comecei a gostar de ouvir riffs de guitarra, depois resolvi ouvir Blur, por que era do Damon Albarn e não em decepcionei, apesar deles serem bem mais “eletrônicos” do que a minha preferência musical atual, mas o que eu estou querendo dizer é que eu tive um bom início na música. Meus pais também ajudaram um pouco, eles não são fãs de rock, mas o que eles gostam de rock são bandas muito boas, deve dizer.
E o The Glammers parece ser um projeto voltado para crianças e pré-adolescentes (diferente do Gorillaz, que parecia ser menos pretencioso), pois a propaganda do CD que estreia dia 26, eu acho, está passando nos intervalos do Cartoon Network e, atualmente, em tempos em que a Nickelodeon e o Disney Channel estragam a mente (e os ouvidos) das crianças com músicas pops podres, é necessário algo que as faça entender o que é música de verdade.
E pelo que eu ouvi do The Glammers, eles irão fazer um bom trabalho, mostrando para as crianças a magia dos riffs, do baixo incansável e da bateria marcante.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s